Amanda de la Rosa

Amanda de la Rosa nasceu em San Antonio, no Texas, e vive na Cidade do México. Desde a infância ela se sente fascinada por itens que ninguém aprecia, e foi assim que acumulou centenas de milhares de pequenas coisas das gavetas de amigos, mercados de quinquilharias, festas e caixas de cereais, além de ruas e mercados de cinco continentes. Cada composição requer de 800 a 5.000 peças de refugos que podem levar até 15 anos para serem acumuladas. Essas composições perfazem um retrato de nossa identidade cultural e estética popular. Cada pequena coisa tem uma fração da vida cotidiana e, juntas, elas contam a história contemporânea. Seu trabalho está em coleções particulares no México, Estados Unidos e Europa.